sexta-feira, outubro 1

você estende a noite
como um lençol
escuro e gigante
e eu te ajudo
a contar quantos
amores o céu
esconde

6 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

Muitos, todos possíveis.

Í.ta** disse...

ah, vanessa, como teus versos são de perfeito encaixe!

fico encantado a cada nova leitura.

venha ao um-sentir conhecer um pouco de começos de romances :)

abraço.

Carol Freitas disse...

Tão bonito quando as palavras se encaixam perfeitas assim!

A noite guarda mesmo todos os amores...Adorei!

Um beijo!

Carito disse...

Cheguei aqui através do blog de Ada. Adorei o seu blog! Estou adorando! Já está na minha lista de links. Belos e delicados poemas... Parabéns!

doca disse...

achei todos!

Rodrigo disse...

Gostei muito.