quarta-feira, novembro 25

Caixa de Papelão

14 comentários:

Capim disse...

CHAPANTE!

doca disse...

a-caixa-pante!

Você em Pauta disse...

Comunhão....

Acho que maior comunhao não é possível, seu coração e sua sensibilidade são evitencias de comunhão....
Continue nos colocando em comunhão com essas coisas boas que seu coração nos oferece

renatinha disse...

Vana,
lindo lindíssimo, delicado, colorido.
Minha amiga, definitivamente, virou artista!!!!

Sérgio Luz disse...

gostei bastante (meu Deus, que quintalzão lindo!!! rsrsrs) só achei a mixagem um pouco confusa, fica difícil ouvir bem a narração. mt divertida a polaroide tb.

Lorena Morais disse...

Menina, que lindo!
Fiquei encantadaaaa

carlota0212 disse...

Adorei Vanessa, delicado e divertido. Parabens

vanessacamposrocha disse...

Sérgio (o Perivaldo?!)rsrsrs,

obrigada pelo toque da mixagem, li tantas vezes o poema que não percebi esse problema!

Lorena, Carlota e Renatinha:
obrigada pelos elogios!

Doca: caxai-pa!!!

Sérgio Luz disse...

hahaha sim, sou eu vanessa. dei um descanso ao meu alter-ego...

Luanne Araujo disse...

Que lindo!
E que legal te ver em cor e movimento.

vanessacamposrocha disse...

obrigada Luanne,
estou ainda me recuperando da exposição rsrsrsr

doca disse...

cada vez que vejo, fica melhor...

Sara L. Miranda disse...

belo belo blogue!!! beijos

vanessacamposrocha disse...

Obrigada Sara, bem-vinda!