terça-feira, janeiro 11

minha vida é nuvem
carregada
carregando
qualquer vapor
que suba
para depois eu
chover
molhada
encharcando
o seco e
o jardim

6 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

Sempre a espera de uma tempestade...

Í.ta** disse...

minha vida é nuvem

eu achei maravilhoso!

doca disse...

nuvem, esperança em forma de gás

Sérgio Luz disse...

Um de seus mais belos!

André HP disse...

O despencar nos jardins lúdicos em ociosidade poética.

Abraço, poeta.

f.f. disse...

um enormemente grandissíssimo balão azul eu imagino... sei porque não.

mas este poema é quintanamente bom.