quinta-feira, setembro 16

para ser alguém pedra:

basta aparar todas
as arestas e inclusive
fechar as pequenas
frestas

arretar as curvas
andar com duas luvas
nunca jamais comer
uvas

e ter sempre a mão
um qualquer coração
ou também vale uma boa
explicação


(mas,para que mesmo ser pedra?)

3 comentários:

doca disse...

like a rolling stone...

Í.ta** disse...

vanessa,
que poema perfeito!

que ritmo.

um encanto a construção dele.

abraços.

Rodrigo Franco disse...

Gostei desse.

abraço